Poemas :  O Cão
Vida?
Eterno construir
Edificar princípios
Aperfeiçoar obras.
Fundamentais,
Essenciais,
Distantes,
Remotas,
Eventuais
Ou imediatas.
Cuja matéria prima fundamental
É e será sempre, o sentimento.
Cuidar para que a futilidade,
O egoísmo,
Exibicionismo
E outros desvios
Não entorpeçam a razão
E tornem sua direção e realização
Impossíveis.
Qual um cachorro que corre
Atrás do próprio rabo
Apenas pra se distrair.
Poeta

Poemas de alegría :  Gratidão
Gratidão

Mas!
estou aqui,
tentando ser algo ou alguém
que se faça entender,
e compartilhar
uma paisagem de paz
e compreensão e respeito.
Retribuo à vida
a permissão de poder
ser alguém que desfruta
de sua presença de paz
e tenta realizar
esta gratidão.
Poeta

Poemas :  Balada dos encantados
O homem, seduzido pelo espelho,
levou séculos para transforma-lo em algo além
da possibilidade de se auto admirar.
O desenvolvimento da informática e da tecnologia,
em alguns grupos
ressuscitou essa característica humana,
do auto encantamento, exibicionismo e poder.

Poucos são
os que realmente conseguem
ver nela uma ferramenta útil
para aperfeiçoamento, estudo,
discussão democrática e livre,
propagação de uma ideia,
filosofia ou da evolução de um trabalho
.
Vivem, pois,
na era do encantamento,
perdidos em si mesmos
esquecem a que vieram,
ou o que realmente pretendem defender.
Deixando-se levar pela sedutora possibilidade
de agradar a maioria,
estão concretando violência,
edificando sectarismo e preconceito,
numa batalha ilusória de egos irracionais.
Poeta

Poemas :  Seu sorriso
Seu sorriso tímido,
meu primeiro indicador na vida,
com o qual,
pude contar sempre,
mesmo escondendo dores e dúvidas,
vinha.
Fraterno e amigo,
Aconchegante e amoroso,
Vinha.
E nos momentos de alegria,
anunciava meu dia.
Agradecido e manso.
ato de fé.
Mesmo em sua despedida,
foi escudo,
para nos poupar de sofrer.
Seu sorrido franco,
garante e justifica
meu viver.
Minha querida e adorada Mãe!
Poeta

Poemas de reflexíon :  Outonar
Neste tempo outonal
Clara idade de Ser
Tudo se traduz lógico, explicito,
com sentido,
Importância e explicação.
Todos!
Com seus bons motivos
Sentimento e razão.
Nesta paisagem nítida,
ajustados.
Foco e relevância
A história se traduz em arte,
A caminhada em missão.
O convívio, encontro de almas,
Povo liberto
de uma única Nação
emoção e gratidão.
Poeta

Poemas :  Pois quem sabe?
Pois quem sabe?
A tarde
nos presenteie
Com um pôr-do-sol brilhante
Sem cerimonias,
Que invada indiscriminado
Todas as janelas
Enfeite todas as salas
Entre em todos corações.
Acuda, e desamarre,
Passados persistentes.
Criando horizontes
Ricos em paz?
Pois quem sabe?
Tua mão, perceba
A minha, tão perto
Tão igual estendida.
A lhe desvendar.
Meu espírito e o teu
Gêmeos, e aflitos,
Só buscando um jeito,
De se doar.
Poeta

Poemas de reflexíon :  Onde
Onde andam?
Pessoas que o amor
Aproximou e uniu,
E apesar de tudo e todos
Persistem e seguem.
Com olhares humildes,
Que conhecem e convivem
Com vizinhos
Porteiros
Servente, e zeladores.
Conhecem suas histórias.
Quando alunos, que respeitam professores,
Pais, e familiares?
certas de que sexo
É consequência
Não um esporte de academia
Que se precisa,
Disputando,
ser destaque
Se não, campeã
Sem temer que simpatia e fraternidade
Se confunda com vulgaridade
Na certeza de que
Todos somos um.
Poeta

Poemas :  Alfaiate
Alfaiate
Sigo, juntando retalhos,
construo obras,
na elegância do ser,
simplicidade de existir,
capricho na imagem e consequente
lembrança a deixar.
Amando,
proporcionar a melhor presença,
prestigiar
os dotes e poses
naturais.
Respeitando escolha e gosto,
em cor e modelo.
Demorei a entender, que minha sabedoria
se limita a concluir e ajudar a realização de um sonho.
E que basta saber que
cerzir, remendar, alinhavar, pregar, ajeitar, experimentar e refazer,
e sendo preciso,
repetir tudo de novo,
não fazem de mim.
Dono da alegria de ninguém.
Poeta

Poemas :  Andar.
esse andar conheço!
não tão lento,
mais assanhado,
reluzente e novidadeiro,
mas conheço e conheço bem.
E se dúvidas, tens?
Lembro até o cheiro.
É um andar de amigos,
de olhar profundo,
de orgulho de poder ser,
Ah como conheço esse jeito,
de tocar suave
meu coração.
De chorar sorrindo,
rindo,
de tanta emoção.
Poeta

Poemas :  lago
Lago
Largo
Silente
Silencioso
Nítido
Espelho
Verdade
Bondade
Beleza.
Poeta