Poemas :  Combustão de ideias
O meu ideal,
é o meu ideal..
A minha filosofia,
é minha filosofia...

Se você se identifica,
você me qualifica,
você me multiplica,
isso me satisfaz.

O meu ideal é a paz...
Esta coisa comum,
que não é qualquer um
que traz.

A minha filosofia,
inserida na poesia,
é como Alcatraz:
uma ilha presídio.

A.J. Cardiais
31.12.2019
Poeta

Poemas :  Esquizoide I
Te enferman de vida
y te curan de a poco.
Te escapas de la piel
y te vuelven a anclar en ella,
matándola, tumbándola.
Me imagino pobre y sin libros,
sin un plato de sopa en el sepulcro.
Mi mente es un mísero tragaluz
que no deja entrar a mi morada
más que el dolor de lo absoluto.
Es generosa la herida
en la oscuridad de la noche.
Y es lo único que quema.
Se deshace el tiempo igual
que se disuelve la existencia,
mientras se quiebra un espectro
entre mis parietales.
Los muros que derrumbé
son mis tesoros. Los abrazo.
Pero ya nadie los ve.
Lejos de la gente
siento más cerca sus voces.
Extrañando una mano
experimento más proximidad.
En mi ceguera, los toco.
El laberinto del que salgo
no tiene murallas,
ni césped, ni baldosas.
Sale del centro de la Tierra
donde deambulaba muerto.


©Gustavo Larsen, 23 de marzo de 2020
Poeta

Poemas :  A perda
Às vezes estamos em paz,
e reclamamos da monotonia;
da vida vazia...
Então procuramos fazer
alguma estripulia,
para mudar a situação...

Nós só sentimos falta da paz,
quando a perdemos.
E quando perdemos,
haja reclamação.

Tem gente que é assim:
Precisa perder,
para reconhecer.

A.J. Cardiais
20.12.2008
Poeta

Poemas :  Prometeo liberado
PROMETEO LIBERADO
Autor: Percy Bysshe Shelley
Inglaterra 1792-1822


Escritor, ensayista y poeta romántico. Estudió en Eton College y Oxford, nació en el seno de rica familia aristócrata. Alternó las investigaciones filosóficas con el ejercicio literario produciendo obras como "Himno a la belleza intelectual" y "Mont Blanc".Se casó en 1814 y se radicó en Italia donde produjo la parte más importante de su obra, representada especialmente por
"La Reforma", "Prometeo liberado", "Oda al viento del Oeste", "Himno de Apolo" y "Adonais" entre otros. Esta es Versión de Màrie Montand.


Referencias útiles son

https://www.youtube.com/watch?v=LHsLfisoRts
https://es.wikipedia.org/wiki/Percy_Bysshe_Shelley



Prometeo liberado

Tú bajaste, entre todas las ráfagas del cielo:
al modo de un espíritu o de un pensar, que agolpa
inesperadas lágrimas en ojos insensibles,
o como los latidos de un corazón amargo
que debiera tener ya la paz, descendiste
en cuna de borrascas; así tú despertabas,
Primavera, ¡oh, nacida de mil vientos! Tan súbita
te llegas, como alguna memoria de un ensueño
que se ha tornado triste, pues fue dulce algún día,
y como el genio o como el júbilo que eleva
de la tierra, vistiendo con las doradas nubes
el yermo de la vida.
La estación llegó ya, y el día: esta es la hora;
has de venirte cuando sale el sol, dulce hermana:
¡llega, al fin, deseada tanto tiempo, y remisa!
¡Qué lentos, cual gusanos de muerte los instantes!
El punto e una estrella blanca aun tiembla, en lo hondo
de esa luz amarilla del día que se agranda
tras montañas de púrpura: a través de una sima
de la niebla que el viento divide, el lago oscuro
la refleja; se apaga; ya vuelve a rutilar
al desvaírse el agua, mientras hebras ardientes
de las tejidas nubes arranca el aire pálido:
¡se pierde! Y en los picos de nieve, como nubes,
la luz del sol, rosada, ya tiembla. ¿No se oye
la eólica música de sus plumas, de un verde
marino, abanicando al alba carmesí?...
Poeta

Poemas :  No tengo paz ni puedo hacer la guerra...
NO TENGO PAZ NI PUEDO HACER LA GUERRA...
Autor: Francesco Petrarca
Italia 1304-1374.
Fue coronado como poeta en el Capitolio de Roma en el año de 1342 y posteriormente protegido por el arzobispo Visconti. Ësta es Versión de Julián del Valle.
Referencias útiles son...

https://es.wikipedia.org/wiki/Petrarca
https://www.youtube.com/watch?v=WWYul1XVdno


No tengo paz ni puedo hacer la guerra...

No tengo paz ni puedo hacer la guerra;
temo y espero, y del ardor al hielo paso,
y vuelo para el cielo, bajo a la tierra,
nada aprieto, y a todo el mundo abrazo.

Prisión que no se cierra ni des-cierra,
No me detiene ni suelta el duro lazo;
entre libre y sumisa el alma errante,
no es vivo ni muerto el cuerpo lacio.

Veo sin ojos, grito en vano;
sueño morir y ayuda imploro;
a mí me odio y a otros después amo.

Me alimenta el dolor y llorando reí;
La muerte y la vida al fin deploro:
En este estado estoy, mujer, por tí.
Poeta

Poemas de alegría :  VENDO OS DIAS PASSAREM
VENDO OS DIAS PASSAREM

E vendo o dia passarem
A caminho do mar azul 
Navega um viajante
Com a vida aprendida
Recebendo feliz a brisa
 
Em algum lugar sabe
Tem algo no ar 
A lhe esperar
E segue o caminho
Sem pestanejar
Não olha atrás
Só vai em frente

E o tempo passa
Enquanto avança
A caminho do sol
Na corrente do mar

“Conservai puro o foco dos vossos pensamentos, com isso estabelecereis a paz e sereis felizes.” Abdruschin em “Na Luz da Verdade” http://www.graal.org.br
Poeta

Crónicas :  FIÉIS ERRÁTICOS E ATEUS DOIS POLOS NO MESMO ERRO
FIÉIS ADORMECIDOS E ATEUS – DOIS POLOS NO MESMO ERRO

A religião católica chegou ao nosso tempo com muitos adeptos, mas pouquíssimos frequentadores assíduos na maioria dos países milenares da Europa, onde era a única até o século XVI, mas ainda com muito poder até o século XIX, então o que acumulou de riqueza e propriedades nestes mil e novecentos anos pelo mundo dá para imaginar. 

Mas também está perdendo espaço galopante, onde imperou também quase absoluta a poucas décadas atrás, como no Brasil, e outros países da América do Sul, onde era também basicamente a única até o meio do século XX, e onde chegava, no período das explorações e colonizações, junto com os exploradores, abafava todas as crenças que tinham os povos nativos da região, não admitia concorrência, chegou chegando, mas cresce na na Africa, assimo as evangélicas..

Mas quando se fala em predomínio de ateus todos se lembram da Holanda, mas ela está longe de ser a maior e a única nesse sentido, pois só 70%% da população assim se considera, mas temos a Suécia com 85%, mas estes percentuais englobam os ateus convictos e os sem religião, o que não quer dizer que não tenham alguma fé pessoal, o que leva a Holanda com o ateísmo beirando 40% e também em outros.

Estes números de ateus não e uma exclusividade ocidental, pois nos países orientais, onde a influência católica é quase nula, também se consideram na mesma proporção os ateus, como no Vietnã e Japão, então o budismo e outras religiões regionais de lá já não são levadas tão em conta também.

Por outro lado em todas as grandes religiões do mundo ou nas trazidas por pessoas preparadas para isso, como Zoroaster, Buda , Krishna, Lao Tse, e muitos outros não conhecidos por nós, assim como nas crenças dos povos colonizados, e em abundância na própria bíblia, sempre há um ponto em comum:

A previsão da vinda de um ser superior para os tempos atuais que trará novamente a Verdade sobre as Leis Divinas e com ela a derrocada do mundo atual e o desencadeamento do Juízo Último, que leva na bíblia o nome de “O Filho do Homem”, o mais conhecido.

Um estudo completíssimo sobre estas previsões nas diversas vertentes pré ou pós Jesus Cristo, e até no século passado desde tempos milenares, o leitor encontrará no livro “O Filho do Homem na Terra” escrito por Roberto C. P. Junior onde ele também cita dizeres de profetas dos tempos atuais como este de Pietro Ubaldi (1886-1972):

“Uma grande transformação se aproxima para a vida do mundo. (...) O momento histórico atual é muito grave. Ele está se tornando cada dia mais grave. Somos chegados à plenitude dos tempos. Pregações foram feitas bastante, avisos foram dados, mas o mundo continuou pelo seu caminho sem prestar ouvidos”.

Já nos diz Roselis von Sass também em seu "O Livro do Juízo Final": "A infalível Justiça Divina não permite atos arbitrários. Por essa razão é impossível que em poucos dias, ou num prazo de dois a três anos a humanidade pecadora possa ser ceifada por catástrofes da natureza, tal como alguns pseudoprofetas o imaginam" (...) Dessa maneira o ser humano não teria tempo para a reflexão, para conhecer-se a si próprio e nem para a expiação.", mas em um determinado dia, este será o último.

Mas voltando ao Brasil muitas pessoas se dizem católicas mas acrescentam “não praticante”, mas, independentemente disso, os confessionários estão sempre abertos para serem dados os perdões, então a influência pelas facilidades milenares dadas por ela é muito grande, e ela sempre recebeu muitas doações de todo tipo de riquezas em retorno, ao longo dos séculos e séculos.

Hoje é a mais rica organização do mundo, e a maior possuidora de propriedades também, e não estamos falando só das igrejas, pois só a Santa Casa possui quatrocentos imóveis na capital paulista, incluindo o imóvel onde se situa a Love Story, a maior casa de baixa boemia de lá, e provavelmente do Brasil.

Mas hoje já não são tantos assim as doações, e ela nem precisa e nem pede o dizimo como nas evangégicas e, espiritualmente, nem a leitura da bíblia foi uma exigência dela algum dia, e sim só na crença dos seus credos, assim como realizava suas missas em latim até o inicio do século XX, pouco importando se as pessoas não entendiam, pois isso seria só "para os iniciados da igreja".

Então de um lado o Brasil tem um dos piores sistemas judiciais do mundo e, por outro lado, espiritualmente falando, temos perdões imediatos, não importa a gravidade dos pecados, e a responsabilidade da busca da Verdade ficou também para responsabilidade dos religiosos da instituição e o dito principal de Jesus “O que o homem semeia isto ele colherá abundantemente” ficou para segundo plano, mas todos se dizem crentes em Jesus, mas não veem o contrassenso entre um ditame e outro.

Então dá para considerar que a pobreza e a ignorância dos países são campos férteis para religiões com facilidades de perdões e também para as contemporâneas cristãs, onde os crentes também são só ouvintes do que é pregado nos templos, sem nenhuma análise própria depois do que está escrito, ou do que foi dito, demonstrando também a indolência espiritual da maioria, deixando sempre a terceiros a responsabilidade da sua vida espiritual, pois os pastores também só leem aquilo que lhes interessam.

Já o nível cultural elevado da maioria dos países europeus, e o comodismo da riqueza farta, resultaram em recrudescimento da fé nas religiões, naturalmente, mas levou-os de roldão ao ateísmo, como demonstram as estatísticas, ao invés de leva-los à buscar a Verdade em outras fontes hoje disponíveis, o que significa que também estão dormindo ou mortos espiritualmente, vindo a explicar o dito de que no Juízo Final “todos os mortos serão ressuscitados para que se julgue”.

Então não há grandes diferenças, espiritualmente falando, dos fiéis de religiões mortas, dos ateus, que se sentem tão orgulhosos da sua independência de assim terem se tornados, a não ser o nível de riqueza e cultura. 

“Por isso despertai! Somente na convicção repousa a verdadeira crença, e a convicção só vem através de exames e análises irrestritas! Sede seres vivos na maravilhosa Criação de vosso Deus! nos diz Abdruschin em "Na Luz da Verdade"
Poeta

Poemas de reflexíon :  O ALÉM AQUI DO LADO, IMEDIATAMENTE AO LADO
O ALÉM AQUI DO LADO, IMEDIATAMENTE AO LADO

Há sobre esta palavra “Além” uma obscuridade que se não tivesse havido a influência milenar e nebulosa das religiões não haveria.

Toda vez que alguém fala sobre o tal além, ou sobre a morte, ou simplesmente o largar o corpo da matéria num simples segundo, vem-nos à mente uma ideia de escuridão e nunca de luz.

Isto tem explicação porque todos nós já fomos e viemos deste além diversas vezes e indo para lá sem nenhum conhecimento do que seja este outro lado da vida chegamos lá ignorantes como uma criança analfabeta, ou mesmo como um adulto, que é jogado em um país estranho sem saber falar a língua do lugar e sem conhecer ninguém ali, então este lugar mete medo mesmo.

É como acordar e estar na zona rural do Afeganistão ou outro país qualquer sem saber falar a lingua, sem dinheiro e sem nenhum conhecido.

E ignorância é sinônimo de escuridão e só nos parece assombroso aquilo que nos é desconhecido e como já viemos de lá ignorantes e ainda estamos, então é lógico que temos que ter medo, pois sem termos aprendido sobre esse lugar dá medo ou receio de ir para lá.

Só perderemos este medo quando aprendido tudo sobre esta região que cedo ou tarde voltaremos e, tendo este conhecimeto, saberemos também das leis que regem a nossa vida, tanto do lada de cá como de lá, e os crimes diminuiriam naturalmente do lado de cá, pois ninguém seria tão burro a ponto de dar um "tiro no pé" sabendo das consequências, e nisso as religiões tem muita reponabilidade, pois só falam de mêdo e nunca de esclarecimento ou Luz.

E para a totalidade maciça da humanidade realmente o Além é algo assombroso, pois totalmente ignorado e no entanto é tão simples, pois num piscar do olhos viajamos para lá, ou depois de longos sofrimentos, de acordo com o merecimento de cada um, mas a imperiosa maioria procura fugir do assunto assim que ele pinta.

O nosso culto poeta Cabral de melo Neto, de Morte e Vida Severina, era ateu, mas os últimos anos de sua vida foi um tormento, incluindo forte depressão, mas a hora da inevitável “viagem” vai chegando e ninguém quer pegar o avião, (não digo que tenha sido o caso do poeta), mas a partida é obrigatória e ninguém pode nos ajudar.

Mas vale o que diz “Quem procura acha”, mas infelizmente hoje só procura por estas verdades quem tem um desassossego intimo que nada aplaca, então ele se vê em busca das explicações para o que ele sente, e feliz de quem tem este desassossego que o leva a ir em frente e acaba encontrando enquanto os outros vão vivendo suas vidas festivas ou de busca de segurança material.

É muito fácil dizer que nunca ninguém voltou para nos confirmar que existe vida após a morte, só que quem fala assim nem imaginam que já foram e voltaram muitas dezenas de vezes, ou alguém pensa que os horrores de sofrimentos que muitos tem aqui nesta mundo, principalmente no mundo psíquico ou social, ou o medo social extremo que muitos sentem, ou doenças físicas mesmo, nos vem de graça, sem nenhum motivo?

Sempre existe um fator desencadeante que aparentemente é o motivo destes sofrimentos, como termos país autoritários ou relapsos ou outros fatores, mas a origem mesmo está em atuações anteriores, pois se não o mundo criado seria inconsistente e o nosso livre arbítrio não seria de nenhuma valia.

Seria muita injustiça para muitos que nascem pobres e doentes, enquanto outros tem tudo com muita facilidade e são sadios até os últimos dias.

Mas será que muitos querem mesmo esta confirmação da existência de uma vida após a morte? Não, a maioria hoje em dia não quer mais nem saber.

É muito fácil sermos descrentes enquanto ainda nos sentimos fortes aqui no nosso corpo, mas quando este começa a ficar debilitado com o avançar dos anos não tem quem não comece a pensar sobre o assunto, como aconteceu com o poeta, uma hora ou outra do dia, embora procure logo mudar o pensamento, mas o pensamento vai ficando cada vez mais frequente no passar dos anos e, inquestionavelmente quando recebemos um diagnóstico de doença terminal.

Que adianta ser um grande intelectual, um grande empresario, um bom pai de familia, enfim, se só somos voltados para as coisas deste mundo finito e se para o que é atemporal, se para a continuidade desta vida nos mantemos ignorante?

Mas isto não quer dizer que se filiar a alguma religião vai passar esta sensação, pois em nenhuma delas existe mais a verdade.

"Não existe o aquém e o além, mas sim apenas uma existência una! A noção de separação foi inventada apenas pelo ser humano, por não poder ver tudo e se considerar o ponto central e principal do âmbito que lhe é visível." - Abdruschim em Na Luz da Verdade", dissertação  Despertai - www.graal.org.br
Poeta

Poemas de reflexíon :  EMOÇÃO
EMOÇÃO

Tida contida
Amiga de ouvir
..............sentir
Não intrusiva
Cartas abertas
Expansiva a voz
antes reprimida
Rebenta as escotilhas
E como um trovão
Estremece o chão
E no ar ganha
A imensidão
Nacida no coração

“A felicidade provém do íntimo, daquilo que o ser humano sente dentro de si mesmo” Roselis von Sass 
Poeta

Poemas de reflexíon :  A ALEGRIA DAS CRIANÇAS
A ALEGRIA DAS CRIANÇAS

É meu amigo, que a morte seja cheia de graça
Que não venha de bala perdida, nem achada
Já não me exponho, embora já a tenha visto
De diversos formas, mas não era a minha hora

E nem agora vou deixar de lutar, mas sei do fim
Mas nunca teria sabido viver feliz sem saber qual
Irei já com o conhecimento do que vou encontrar
E de tudo que vai acontecer tenho conhecimento

Só não sei no fiel da balança qual merecimento
mas sei que sempre lutei mesmo quando errava
E era pelo acerto e pela libertação que procurava

Sei dos muitos erros, pois de mundo escuro via
Então haja abrir caminho no desconhecimento
E mesmo que tateando temos que ir em frente.

Estamos no labirinto criado pelos nossos atos
Mesmo total cegos temos que ir caminhando
E ansiando para que em tempo certo chegar
Pois o que importa é encontrar um bom lugar..
..No final, e então livres de erros haja alegria
Pois só a radiante alegria nos leva ao paraíso.

A Alegria que hoje quase só mora no coração das crianças.
............................E mesmo assim não em todas

"Conservai puro o foco dos vossos pensamentos, com isso estabelecereis a paz e sereis felizes" Abdruschin em Na Luz da Verdade.
Poeta