Poemas :  Razão de viver - II
A razão de viver
é sentir a vida entrando
pelos seus poros,
e você suando o momento
enquanto o tempo vai...

Não importa que você
não faça parte da história...
Quer dizer: você faz parte,
mas só está na memória.
Que isso lhe satisfaça.

A razão de viver
é simplificar conceitos
e banalizar normas,
com respeito e educação..
Deixando a impressão
de que tudo é normal.

A.J. Cardiais
21.10.2020
Poeta

Poemas :  Vazio
Vazio
Está difícil digerir este vazio...
Talvez este silêncio seja
a causa de tudo.
O tempo parece mudo,
com a falta de energia elétrica.
Ainda por cima, o tempo está chuvoso.

Eu poderia estar nervoso,
com tanta falta.
Porém um poema me assalta,
levando minhas lamentações.


A.J. Cardiais
09.04.2015
imagem: google
Poeta

Poemas :  A máquina datilográfica
A máquina datilográfica
A máquina datilográfica
jaz em um canto...
Ela perdeu o manto
para o computador.

Justamente ela,
que tanto tiquetaqueou,
feito uma tagarela,
agora está aposentada
e vive num canto calada.

A.J. Cardiais
28.05.2014
imagem: google
Poeta

Poemas :  Sonho esperançoso
Eu ganho pouco,
mas tenho o conforto
de uma vida de sonhos.
Não é a "vida sonhada":
filhos sem problemas,
uma mulher apaixonada...
Ainda não é essa vida.

Mas estou na lida...
Ainda queimo a esperança
de que esse sonho
venha a acontecer,
antes de eu morrer.

Porém,
enquanto a morte vem,
e o trem da vida corre,
vou alimentando o meu sonho esperançoso,
porque dizem que a esperança
é a última que morre.

A.J. Cardiais
21.08.2009
Poeta

Poemas :  Amor errado
Quando você ama
a pessoa errada,
é como seguir uma estrada
que vai dar na lama...

Se você "se embrenhar",
e fizer tudo por amor,
saiba que só a dor
irá lhe acompanhar.

A.J. Cardiais
25.08.2017
Poeta

Poemas :  Fim de tarde
O sol se foi,
e com ele
uma parte do dia.

Começou a Ave Maria...

Uma brisa me alisa,
esperando que eu retribua
citando-a na poesia.

10.12.2011
Poeta

Sonetos :  A extenção do poema
Quem procura estudar
a extensão do poema,
aposto que ficará
com este dilema:

Poema é uma crase,
dentro de uma frase;
Poema é uma rima
cheirando a obra prima...

O poema é um devaneio,
um delírio, uma loucura,
que não sabe de onde veio...

O poema é uma estrutura,
com (ou sem) poesia no meio,
servindo à literatura.

A.J. Cardiais
20.01.2013
Poeta

Poemas :  Depois de você
Depois de você,
voltei a saborear a vida
com mais prazer.
Recarreguei minhas energias
e luto pelos meus sonhos
com mais saber.

Depois de você,
passei a sentir medo
do que eu não sentia...
Mas também me pergunto:
será que eu vivia,
ou vegetava calmamente
uma falsa harmonia?

Depois de você,
talvez eu tenha me encontrado.
Talvez eu esteja certo,
talvez esteja errado...

Mas tudo é um deserto,
enquanto um oásis
não for avistado.

Pode até ser uma miragem,
mas por um momento
nos dá coragem.

A.J. Cardiais
20.04.2006
Poeta

Poemas :  Se poema for oração
Senhor, este poeta perdido
vem Vos fazer um pedido:
dai-me Vossa paz.

Senhor, eu não sou capaz de orar,
como vejo muitos orando:
parece que estão lamuriando.

Senhor, eu não sei “lamuriar”...
Então abro meu coração, peço
e antecipadamente agradeço.

Jesus, sei que não mereço
nenhuma comiseração...

Mas se o Senhor é Filho de Deus,
é meu Pai e também meu Irmão...
Tende compaixão.

A.J. Cardiais
19.03.2012
Poeta

Poemas :  Olhares de amores
O que eu sei
sobre poesia,
me basta...

Não quero pertencer
a uma casta,
coberta de glamour,
que implanta dificuldade
onde há simplicidade.

O que eu sei sobre poesia,
é a simplicidade das coisas
e a vida clamando por olhares
de amores.

A.J. Cardiais
01.11.2017
Poeta