Poemas :  A ti poeta
A ti poeta
Poetas, amigos, entrañables compañeros,

que amáis el mar oculto y sereno,

bóveda verde del universo.

A vosotros que odiáis el viento tormentoso,

indomable soplo de violencia.

A vosotros, compañeros me dirijo,

para hallar ese amor, que eleva hasta los cielos,

vuestros alados sueños tan unidos,

como el humo que asciende a los oteros.

A vosotros, poetas que añoráis el sonido,

fraternal abrazo, del sol y la tierra,

que esperáis la mañana, la lluvia bondadosa,

sed del desierto, tacto de la luna.

Me dirijo este día, con labios de esperanza,

colgando en los años de los árboles,

todo el amor que emanan nuestras almas,

anhelantes de besos celestiales.

Ana Barroso
Poeta

Poemas :  Intenções
Não tento colocar palavras entrincheiradas,
palavras como códigos que,
a olho nu, não dizem nada...

Nos meus versos,
não quero palavras bem colocadas,
sobrepostas,
com intenções veladas.

Quando as palavras saem
com a enxurrada,
eu não posso fazer nada...
Não posso tira-las da correnteza.

Mas para mim, a beleza
está na intenção.
Com qual intenção você escreve?
Se é para o bem geral, seja breve.

A.J. Cardiais
14.12.2009
Poeta

Poemas :  Abrigo de ideias
O verso vai
e a palavra cai
no abismo do texto,
para virar poesia...

Poesia é uma construção
sem alvenaria,
com a intenção
de abrigar ideias.

A.J. Cardiais
02.06.2020
Poeta

Poemas :  Eu não me fiz
Eu não "me fiz poeta",
e não me acho poeta.
Mesmo porque, não sei
qual a diferença.

O que é ser poeta?
Lunático, romântico, sonhador,
tecedor de palavras,
atirador de versos,
guerrilheiro de ideias,
ou alguém que sabe
manipular as palavras em versos?

Eu, que sempre fui como sou,
não sei dizer o inverso.
Sempre amei, comi, bebi, sofri...
Andei por lugares desconhecidos,
sem para quedas
e sem guarda chuvas...*
(Jorge Luiz Borges não fez nada disso)

Sempre procurei saciar
todas as minhas sedes.
Agora estou aqui me perguntando:
isto é ser poeta?

A.J. Cardiais
imagem: google

* Jorge Luiz Borges
Em: Instantes - Doces Palavras
Poeta

Poemas :  O bom combate
Penso coisas,
solto versos.
Às vezes diretos,
às vezes complexos.

Quando estou vazio,
faço um poema imbecil,
que deixa a alma do vate
presa em algum combate.

Penso coisa,
traço versos
e lanço...

Quem tem medo de balanço
não deve navegar,
porque o mar é imenso
e o tempo pode mudar.

A.J. Cardiais
14.01.2016
Poeta

Sonetos :  La Tierra no es mi planeta
Mi planeta no es la tierra, cómoda
Pagoda de aguas rancias, universos
Sin estrellas ¿para qué verlos?, oda
Que ha escrito algún poeta, son dispersos

Los versos que perversos, hieren toda
La naturaleza humana, conversos
Aquellos que protegen lo que inmersos
De maldad no tienen, piedad rapsoda

Del que escribe sin saber, que yanoda
Asesina no tiene vida, epoda
Repetida, bajo luces de tersos

Campos sin espinas, piedra geoda
De colores purpura, bella roda
De barcos que salvan, viejos iversos


Por Conrado Augusto Sehmsdorf (Kurt)



[img width=300]http://www.fondosdeescritorio10.com/wp-content/uploads/2010/05/La-tierra-con-luna-llena.jpg[/img]
Poeta

Poemas :  Sem conversa
Estou numa paz inquieta...
Mas a paz é só da noite,
e não minha.
Estou como uma velhinha,
esperando o ônibus da morte.

O ponto de madrugada está vazio.
Será sorte?
Espero despreocupado,
descrevendo esta espera...

Não me desespero
com os sentidos dos versos.
Então verso
como quem não se interessa;
como quem não quer conversa.

A.J. Cardiais
28.01.2011
Poeta

Sonetos :  O bom combate
Penso coisas,
solto versos.
Às vezes diretos,
às vezes complexos.

Quando estou vazio,
faço um poema imbecil,
que deixa a alma do vate
presa em algum combate.

Penso coisa,
traço versos
e lanço...

Quem tem medo de balanço
não serve pra navegar,
porque o mar é imenso

e o tempo pode mudar.

A.J. Cardiais
14.01.2016
Poeta

Sonetos :  Horas extras
Enveredo pela madrugada fria
polindo versos e palavras,
livrando de normas escravas
uma singela poesia.

Sento-me para escreve,
(e nisso meu café esfria)
procurando me conter
na singeleza dessa poesia.

Enquanto a madrugada corre,
disputando com a noite vazia,
o sono que eu sentia, morre...

Insônia não rima com poesia,
porém o seu final acaba em “ia”.
Então um soneto me socorre.

A.J. Cardiais
02.06.2015
Poeta

Sonetos :  Outro significado
O poema é só uma construção.
Já a poesia não...
Ela exige filosofia
e muita observação.

Por isso só construo poemas.
O que é um poema?
É um texto em versos,
que pode conter poesia ou não.

Um poema pode ser rimado,
pode ser engajado,
pode ser tresloucado...

Ou pode ser um soneto
escrito de qualquer jeito,
buscando outro significado.

A.J. Cardiais
18.08.2015
Poeta